Pai de Adele se emociona ao falar sobre a filha famosa, abandonada por ele aos três anos

Mark Evans, pai da cantora inglesa Adele, falou em entrevista para o jornal “Sunday Time” sobre a díficil relação que possui com a filha famosa. Alcoólatra em recuperação, Mark abandonou a família quando a estrela tinha apenas 3 anos de idade. No último fim de semana, durante o Grammy Awards, Adele fez uma homenagem à mãe: “Só quero dizer, mãe, que sua garota fez tudo certo!”. Penny Adkins teve Adele quando adolescente e a criou sozinha.

Adele aos 11 anos ao lado do pai, Mark Evans

Arrependido, Mark disse que não possui nenhum dos CDs da filha. “Quando ela canta é tão bonito, mas me traz péssimas lembranças. É muito doloroso para mim. Me arrependo de muita coisa. Me arrependo por não ter sido um melhor pai para ela. A deixei muito mal, e gostaria de poder voltar no tempo e refazer as coisas de uma forma melhor.”

Mark Evans esperou o sucesso da filha para vender histórias sensacionalistas para os tablóides ingleses, ferozes por qualquer notícia sobre a nova queridinha da música pop. Mark falou para o “The Sun” que se sentia culpado por não ter sido presente. Em entrevista para a revista “Rolling Stone”, Adele se emocionou ao falar do caso. “Nunca conheci meu pai”, disse. “Ele não tem nenhum direito de falar sobre mim.” Segundo a cantora, foi a volta do pai e os escândalos da mídia que a fizeram voltar a fumar.

Via: Revista Quem