Leitores da Rolling Stone Elegem as 10 melhores músicas de Adele

Em antecipação ao lançamento do terceiro álbum de Adele, na próxima semana, dia 20, a Rolling Stone publicou em seu site uma lista com as 10 melhores músicas da cantora selecionadas pelos leitores da revista.

O site ainda ressalta que, depois da pausa na carreira para dar atenção a sua família, Adele relembrou ao mundo a sua capacidade de dominar as paradas musicais ao redor do globo, com o sucesso de “Hello”, primeiro single do “25”.

Queremos saber de vocês. Quais são as suas 10 músicas prediletas de Adele até hoje? Confira o rank escolhido pelos leitores e diga se concorda:

10º Make You Feel My Love: O cover do cantor britânico Bob Dylan, que apareceu em sua estreia com o “19”, é tão ressonante e lindo que é fácil esquecer que não é originalmente cantado por Adele. A cantora então adolescente reinventou o corte profundo de Dylan sem esforço, mesmo que tenha sido reinventado repetidamente por todos, de Billy Joel – que lançou como single antes de Dylan – ao cantor country Garth Brooks.

9º Hometown Glory: não foi somente o single de estreia de Adele, mas é também a primeira música que ela já escreveu. Enquanto se tornava mais conhecida por suas canções da lamentação pelo amor perdido, a música é um tipo diferente de carta de amor, desta vez para seu bairro, em Londres. Ela canta melancolicamente sobre o verão na cidade e as pessoas que encontrou e milagrosamente faz isso com um equilíbrio perfeito da sabedoria e da juventude.

8º Hello: Adele voltou em grande estilo este ano com “Hello”. O single recordou a todos o quanto sua voz e letras podem expressar. A prévia da música durante a versão britânica do The X-Factor, apenas uma semana antes de seu lançamento oficial, foi recebida com entusiasmo sem precedentes, e o single em si entregue, marcando um retorno à forma “infeliz no amor” da cantora, embora Adele prometendo que o “25” não será outro álbum sobre términos.

7º One and Only: “Someone Like You” recebe mais atenção como a maior balada de Adele, mas “One and Only” é uma boa candidata para maior destruidora de corações do “21”. Sua voz e letras estão cheias de amor e desespero, com ela implorando para ser o único interesse romântico de um amante em potencial. É uma das cinco faixas produzidas por Rick Rubin para o álbum.

6º Rumor Has It: A insolente “Rumour Has It” é um dos lançamentos mais parecidos com jazz da cantora, e proporcionou uma mudança de ritmo a seguir dos singles mais tristes de seu segundo álbum. Na verdade, seu som transformou Adele de menina para mulher. Enquanto a música não foi tão bem sucedida como as outras faixas do “21”, serviu como base para um excelente mash-up na série Glee, juntamente com o segundo single, do álbum “Someone Like You”.

5º Skyfall: Adele ganhou um Oscar em 2012 por sua épica contribuição cinematográfica para a forte lista de músicas da franquia Bond. A música sombria e temperamental varreu as temporadas de premiações, não somente recebendo o Oscar, como também o Grammy, Brit Awards e Globo de Ouro, tornando-se um hit instantâneo, perfeitamente adequado para acompanhar o sucesso de “21”.

4º Chasing Pavements: O segundo single do álbum de estreia de Adele, “19”, não é tão visceralmente emocional como as músicas de término do “21”, mas ainda deu um vislumbre fantástico e cedo às capacidades da jovem cantora. Durante sua primeira entrevista para a Rolling Stone, em 2009, Adele admitiu que a canção foi inspirada por um rancoroso término com um ex, que resultou com ela colocando-o a socos para fora de um bar. Mesmo que a música tenha sido proibida em muitas estações de rádio, porque suas letras foram interpretadas no sentido de “perseguir gays”, o single ainda se tornou um hit Top 40 e foi indicado para três Grammy’s.

3º Set Fire To The Rain: A balada que ruge “Set Fire to the Rain” deu a Adele seu terceiro #1 consecutivo. No sólido single, a voz de Adele sobe como uma chama de fogo de artifício, embora a ideia de “atear fogo à chuva” possa parecer um pouco laboriosa. Durante um show ao vivo, no entanto, a cantora esclareceu o significado do título, dizendo que ela ganhou inspiração depois que um isqueiro parou de funcionar na chuva.

2º Someone Like You: A balada emocional de cortar o coração defini o tom para o legado musical de Adele. Sua entrega aflita, combinada com a linha de piano simples e letras mordazes, foram feitas para ser uma das mais universalmente “arranca-lágrimas” do novo milênio. Em 2012, ela ganhou o prêmio da nova categoria de Melhor Performance Pop Solo no Grammy Awards, e a reação emocional da música tem puxado para fora do público, como se vê melhor em um quadro do Saturday Night Live, parodiando a música, com ouvintes explodindo em lágrimas assim que a música começa a tocar.

1º Rolling In The Dep: “Someone Like You” pode ter estabelecido Adele como uma das maiores vozes de sua geração, mas “Rolling in the Deep” fez dela uma hit-maker em todo o mundo. A poderosa canção de término começou a era “21” da cantora em uma nota forte e deu aos inconsoláveis corações partidos, o grito de guerra: “Nós poderíamos ter tido tudo”, como ela canta no refrão com entusiasmo. A faixa foi o sucesso mundial de #1, e em 2011, foi proclamada o maior sucesso de crossover dos últimos 25 anos, depois de passear no rock, pop/adulto, R&B/hip-hop, dance, charts latinos e nos Estados Unidos. Adele é a única artista da história a aparecer em todos os charts com apenas uma única música.