Com 1 ano de idade, filho de Adele ganha processo contra paparazzi

Com apenas 1 ano de vida, Angelo, filho da cantora Adele, venceu seu primeiro processo na Justiça. A artista inglesa e seu parceiro, Simon Konecki, conseguiram derrotar uma agência de fotografia britânica por clicar e vender imagens do bebê.

Resultado: será depositado, no nome de Angelo, uma quantia não divulgada de cinco dígitos. Ou seja, tratam-se de, no mínimo, 10 mil libras esterlinas (equivalentes a cerca de 37,7 mil reais) e, no máximo, 99.999 libras esterlinas (377,3 mil reais).

“Tem sido motivo de profunda tristeza que muitos dos momentos marcantes dele [de Angelo], como o primeiro passeio com a família em público e a primeira ida ao maternal, tenham sido fotografados e publicados mundo afora contra a vontade expressa dos pais dele”, afirmou a advogada Jenny Afia.

Ela explicou que Adele e o pai da criança estão lutando para melhorar as leis a respeito desse assunto também no estado norte-americano da Califórnia, e que, na visão dos dois, “essas imagens eram de rotina, momentos cotidianos da família que ospaparazzi não tinham o direito de invadir, nem de lucrar com elas, nem de guardá-las em bancos de imagens para uso e buscas futuros”.

Por fim, a advogada informou que a agência de fotografia vai pagar a Angelo também os custos legais pela exploração da imagem do menino, e concordou em não reproduzir mais as fotos.

Via: Revista Monet